top of page

BDSM: O que você precisa saber!

Pro.va.vel.men.te, você já ouviu falar em BDSM?


Ele causa muitas divisões de opiniões,e muita muitaaaaa curiosidade para outros... Ganhou um pouco mais de "Interesse" depois do famoso filme " 50 tons de cinza" Onde foi usado alguns tipo de acessórios por exemplo: Chicotes, algemas, vendas, couro, mordaças, entre outros brinquedinhos Toys




É um cenário bem diferente do que acontece no dia a dia dos relacionamentos.

Essa prática pode ser utilizada por todas pessoas de todas as opções sexuais - heterossexuais, bissexuais, trans ou intersexuadas entre outras… Pois trata-se de uma forma de sentir " prazer através de fetiches da dor".


Então bora lá conhecer um pouco mais e anotar umas diquinhas, matando essa nossa curiosidade desse mundo diferente e prazeroso ...


Primeiramente


O que é o famoso BDSM: Essa sigla significa bondage, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo; A BDSM possui três variedades: B e D (escravidão e disciplina), D e S (domínio e submissão) e S e M (Sadismo e masoquismo). É uma forma de trazer ao sexo um jeito diferente de sentir "PRAZER" envolvendo "DOR ". Simmm, dói um tapinha não dói,


É um tipo de relacionamento como qualquer outro (podendo ser amoroso ou não), com a diferença que usam de vários fetiches ligados ao erotismo,do que em um relacionamento comum, e não necessariamente precisa de penetração para isso, essa prática exige respeito e consentimento de quem está envolvido nela, e é repleta de regras e de informações, para que tudo fique certinho e não saia do controle.


Algumas regras / informações iniciais:


  • Contrato: É um acordo entre os envolvidos, onde impõe tudo que será praticado ( feito) e impõe também os limites de segurança, o contrato não é valido judicialmente, mas é seguido a risca, e nele consta a regra de confidencialidade, ou seja nenhum dos envolvidos podem falar dos acontecidos e acusar de agressões e coisas do tipo, porém as partes podem entrar com uma ação junto a um advogado.


  • Palavra de Segurança: É a palavra escolhida para colocar "limites" ou seja no decorrer da prática, quando se menciona a "palavra de segurança" usando como exemplo aqui "MORANGO" o que estiver sendo feito é parado imediatamente; Uma forma de respeitar os limites, a saúde emocional e física da (o) submissa(o).

Observação: As palavras como: Pare, geralmente não pode ser utilizado pois pode aumentar ainda mais a vontade de quem está dominando, então escolha palavras como: “ MAR, MORANGO, CÉU, AZUL,” mais pode ficar a vontade para escolher junto ao seu parceiro.

  • Acessórios: São todos os itens / produtos que são utilizados na parceira ou parceiro, como: correntes, chicotes, vendas, amarras, algemas entre outros… simmmmmm minha gente tem muitas coisas que podem ser usados. Esses itens geralmente são encontrados em lojas de sexshop, que são lojas específicas de vendas desses produtos como também lingeries, fantasias entre outros.

A lojinha da eMMis pode ajudar a ficar por dentro das novidades: totalmente ma.ra.vi.lho.saaaaa!


  • Conhecimento da prática realizada e da função de cada um: quer dizer que todos os envolvidos devem estar totalmente cientes e de acordo com a prática BDSM.


  • Atenção: Estar atento ao que está acontecendo, para que, ao ser usada a palavra de segurança o ato seja parado imediatamente.


  • Troca-Troca: Uma relação BDSM geralmente tem os papéis bem definidos, mas pode acontecer, com o consentimento de ambos, haja uma troca de papéis em determinado momento.


Essas são algumas dicas e uma forma mais simples de entender e conhecer sobre a BDSM, uma forma diferente de ter relações sexuais.


BDSM


Como falado, a sigla BDSM significa: “Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo”, e cada termo tem o seu próprio significado.


Bondage: Prática de amarrar ou restringir os movimentos do parceiro. Disciplina, no BDSM, refere-se ao cumprimento das regras e normas estabelecidas entre os dois.


Dominação e submissão: Referem-se aos papéis dos participantes. Um relacionamento BDSM contém o dominador e o dominado.


Sadomasoquismo: Refere-se aos que gostam de estimular o sofrimento, sadismo, e aos que sentem prazer ao sentir dor, masoquistas. Em termos simples: Sádico, gosta de bater; Masoquista, gosta de apanhar.


Termos mais conhecidos no mundo dos BDSM:


Os termos específicos disseminados pelos praticantes são:


Dom e Domme

Referente a quem domina.

Dom para um dominador e domme para a dominadora. Eles controlam o submisso de forma consentida.


Sub

É quem se permite dominar com consentimento. É o submisso. O termo é válido para homens e mulheres.


Cena

É quando acontece uma interação, uma atuação da relação BDSM. Ela pode acontecer em qualquer lugar, basta que o casal, consentidamente, assuma os seus papéis de dom/domme e sub, tornando-se uma espécie de jogo erótico.


Escravo

É quem consente em dar total controle ao outro.


SSC

São, Seguro e Consensual. É a sigla que norteia toda a prática BDSM.

ou seja ela traz a segurança dos limites dos envolvidos.



Switcher

O termo refere-se a quem troca de papéis, é a pessoa que exerce o papel de dominadora e submissa.


Baunilha

É o termo utilizado para pessoas que não praticam BDSM. É utilizado porque se refere ao sabor mais sem graça do sorvete. (é o que dizem)


Coleira

Pode ser apenas um acessório utilizado na prática, mas pode ser algo que marque a relação BDSM oficializada, um símbolo. Quando um dominador e um submisso oficializam uma relacionamento, geralmente coloca-se uma coleira.



Eh, Fechando com chave de ouro:


Com essas diquinhas que deixamos por aqui, já deu pra entender um pouco mais sobre sadismo, esse mundo dos prazeres. É claro que ainda tem muitas outras informações e curiosidades a se conhecer, mas já possibilita se jogar nesse fetiches e fantasias a dois, certo?!


No que diz respeito aos jogos sexuais, eles podem ser uma forma divertida no relacionamento, até porque o sexo nem sempre precisa ser sério, e é por isso que os jogos podem ser muito interessantes, além de ajudar a se conhecer melhor e o conhecer o parceiro também.


Lembrando que essa prática não pode ser considerada violência doméstica de forma alguma. Você não é obrigada a fazer nada que não queira e tudo tem que ser feito com TOTAL consentimento entre você e seu love ou a pessoa que lhe propor essa experiência.


Então, se for da vontade de ambos, e no intuito de sair da rotina (sexo baunilha) e quiser fazer uso de uma algema, máscaras, vendas, chicotes, velas , plugs ou de outros produtinhosss para apimentar a relação nada impede de viver esse “Prazer da VIDA” !!!.


Beijinhos e até a próxima.


28 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page